intro
dia
programacao

A mostra deste ano é uma celebração do que há de mais irredutível na infância: o brincar. E do que há ali de talvez mais próprio e fascinante: sua gratuidade, sua “inutilidade”. No brincar a criança aprende, amadurece, desenvolve habilidades emocionais, sociais, intelectuais e motoras, mas ele não tem que “servir” para nada, é um fim em si mesmo, pura presença e entrega num mundo em que a profusão de estímulos e a dispersão virou regra.

O filme Território de Brincar faz uma ode à essa atividade essencial da infância, seguindo por várias regiões do Brasil, com diferentes classes sociais e idades, no meio urbano, rural e em aldeias indígenas. Um longa dedicado inteiramente à brincadeira, sem narração ou entrevista, nos deixando envolvidos e admirados com as infinitas possibilidades do brincar. Em Ô de Casa, o olhar se volta para uma brincadeira que tem ares de universalidade: a brincadeira de casinha. O filme acompanha crianças que brincam na cidade, no campo e em uma aldeia Pataxó, criando um mundo à parte e inventando cotidianos. Em Meninos e Reis, as crianças vivenciam como protagonistas o belíssimo reisado de sua região, o Cariri cearense, experimentando, em meio à brincadeira, a dor e a delícia de crescer. Carreto conta a história de uma amizade que se forma e da brincadeira que acontece com, e apesar, das circunstâncias. Em Das crianças Ikpeng para o mundo é a vez de crianças indígenas contarem um pouco do seu mundo, em que a brincadeira é inseparável do modo de vida.

Retomando e dialogando com edições passadas do Festival SACI, este conjunto de filmes reafirma que brincadeira é coisa de criança. De todas as idades, claro!

territorio

QUINTA-FEIRA 28/07

16:30
Território do Brincar

de Renata Meirelles e David Reeks, SP, 2015, 90 min

Um passeio pela geografia de gestos infantis que habitam brincadeiras de diversas regiões brasileiras. Gestos que contam histórias, revelam narrativas, constroem uma linguagem própria do brincar e nos apresentam a nós mesmos. Durante dois anos, os documentaristas Renata Meirelles e David Reeks viajaram pelo Brasil registrando o brincar universal de meninos e meninas de diferentes realidades.

odecasa

SEXTA-FEIRA 29/07

16:30
Ô de casa

de Clarisse Alvarenga, MG, 2007, 52 min

Meninas e meninos que brincam de casinha, em três regiões de Minas (Vale do Jequitinhonha, Aldeia Pataxó Imbirussú e Belo Horizonte). Em cada casinha, uma pequena história se passa: a visita indesejada de um menino que tudo bagunça; a possibilidade de fundar um espaço recuado em relação ao espaço da família; a preparação do almoço pelas meninas enquanto os meninos vão caçar e colher palha; o desentendimento decorrente da partilha do espaço; e a reconstrução de uma casinha destruída.

territorio2

SÁBADO 30/07

10:00
Território do Brincar

de Renata Meirelles e David Reeks, SP, 2015, 90 min

Um passeio pela geografia de gestos infantis que habitam brincadeiras de diversas regiões brasileiras. Gestos que contam histórias, revelam narrativas, constroem uma linguagem própria do brincar e nos apresentam a nós mesmos. Durante dois anos, os documentaristas Renata Meirelles e David Reeks viajaram pelo Brasil registrando o brincar universal de meninos e meninas de diferentes realidades.

meninos

SÁBADO 30/07

15:00
Meninos e Reis

de Gabriela Romeu, SP, 2016, 16 min

No reisado, um dos folguedos mais populares do Cariri cearense, crianças aprendem a jogar espada com destreza e meninas crescem como rainhas. Mas Maria, a rainha de um dos reisados mais tradicionais da região, está no último ano de reinado e encara o drama de passar a coroa para a irmã mais nova, vivendo um verdadeiro rito de passagem.

carreto

SÁBADO 30/07

15:00
Carreto

de Marilia Hughes e Cláudio Marques, BA, 2009, 12 min

Tinho conhece Stephanie. Uma amizade se inicia.

criancas

DOMINGO 31/07

15:00
Das crianças Ikpeng para o mundo

Povo Ikpeng , MT, 2001, 35 min
Direção: Kumaré Ikpeng, Karané Ikpeng, Natuyu Yuwipo Txicão

Quatro crianças Ikpeng apresentam sua aldeia respondendo à vídeo-carta das crianças da Sierra Maestra em Cuba. Com graça e leveza, elas mostram suas famílias, suas brincadeiras, suas festas, seu modo de vida. Curiosas em conhecer crianças de outras culturas, elas pedem para que respondam à sua vídeo-carta.

peteca
participe
info3
logos